Lideranças Ganep

Nas próximas semanas, irei apresentar aqui as lideranças das empresas do Grupo Ganep, sua trajetória conosco e seus aprendizados.

Quero começar esse ciclo de postagens, apresentando para vocês uma das pessoas responsáveis pelo Ganepão, a Dra. Giliane Belarmino.

Ela está conosco há mais de 14 anos e esteve à frente da transformação digital do Ganepão em 2020.

Giliane e as outras lideranças que apresentarei aqui, junto com as equipes das empresas do grupo Ganep, são responsáveis por direcionar nosso sucesso nessa trajetória de mais de 40 anos. Vale a pena conhecê-las.

– Como começou a sua trajetória no Ganep?

Conheci o Ganep em 2008 como aluna do curso de Pós-Graduação e, no mesmo ano, iniciei o doutorado na Faculdade de Medicina da USP sob a orientação do Profº Dr. Dan Waitzberg. Desde então, ministrei aulas como convidada no Ganep Educação e no Ganepão. Até que, em 2015, fui convidada para coordenar um projeto de minicursos dentro da programação científica do Ganepão e realizar o trabalho de benchmark do evento. Após a entrega do projeto, fui convidada para compor o time do Ganepão como coordenadora científica.

– Você atua como nutricionista e professora. O que te motivou a ir também para a área empresarial/marketing?

Iniciei minha jornada na Nutrição aos 15 anos, quando fiz o curso técnico em nutrição e cumpri estágio no Hospital Oswaldo Cruz, onde permaneci por 11 anos ocupando cargos de gestão e liderança. O meu tempo no hospital foi uma grande escola, onde pude encontrar e vivenciar desafios que contribuíram para meu crescimento pessoal e profissional. Resolvi me desligar do hospital, para me dedicar à carreira acadêmica, ao meu doutorado e pós-doutorado, e depois veio a oportunidade de compor o time do Ganepão. Lá, além de contato com gestão e ciência, que são minhas paixões, conheci o marketing. Sempre tive afinidade com o mundo digital e trabalhando no Ganepão me aproximei de estratégias de marketing com mais afinco. Fui buscar aprimoramento e conhecimento através de cursos e mentorias.

Na minha opinião, o marketing carrega um pouco da metodologia científica, da gestão e do cliente como foco do processo. Acredito que além das métricas e leads, temos pessoas do outro lado recebendo a comunicação. Dessa forma, em minha atuação, tive vivências e experiências que colaboraram para o meu “match” com o marketing.

– O Ganepão é o maior evento de Nutrição da América Latina. Quais os desafios de estar à frente da organização do Congresso?

O grande desafio é criar a logística para que o conhecimento e a inovação sejam plenamente compartilhados. Sempre com o compromisso de atualizar informações todos os anos e garantir que o evento possa agregar mais valor à carreira de quem dele participa. Uma forma de fazer a diferença na atuação do profissional que recebe o conhecimento e na vida do cliente e/ou paciente que está na outra ponta.

– Vocês criaram um modelo de negócios de sucesso. Quais as dificuldades que tiveram para adaptar esse modelo ao “novo normal”? Ou seja, que tipo de adaptações foram necessárias para os eventos de 2020, 2021 e também para os próximos que virão?

O grande desafio em 2020 foi colocar todos os participantes, professores e apoiadores na “mesma página tecnológica”. O que isso quer dizer? Tínhamos pessoas em momentos diferentes de conexão com tecnologia e precisávamos de todos nivelados para que o conteúdo pudesse ser recebido de forma interativa por quem estava do outro lado da tela. Em 2021, esse desafio já foi menor, porque a curva de aprendizado do ano anterior já tinha alcançado a todos aqui. O BOX do Ganepão, ao entregar produtos da indústria em casa do participante, foi a estratégia para mostrar às pessoas que, embora separados por uma tela, estávamos juntos no conhecimento e na busca pela melhoria contínua.

Este continua sendo nosso compromisso para os anos que virão: seguir compartilhando o conhecimento de forma assertiva, profunda e consistente.

– Como você incentiva outras mulheres dentro do Grupo e também como professora?

Na área de nutrição, é comum que o ambiente de trabalho seja composto por 90% de mulheres. Eu acredito demais na força das mulheres e trago a voz de que devemos nos unir para crescer, que o poder que temos em nós é gigante e que confiar mais nisso faz toda a diferença. No Ganepão, somos 5 mulheres que trabalham juntas, unindo forças, semelhanças e diferenças, em prol de um objetivo final. E isso dá muito certo! Uma frase que sempre uso é: o brilho de uma é o brilho de todas.

GANEP NUTRIÇÃO HUMANA, fundado em 1981, é a maior instituição especializada em terapia médico-nutricional no Brasil e a primeira Empresa Prestadora de Bens e Serviços em Terapia Nutricional (EPBS) cadastrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde.